25/01/2010

EUCARISTIA




(em forma de sonata)

Cada vez mais
só sinto
o teu respirar...
? mas será que ainda devo
confiar no olhar
? ou na vida depois da morte
como folha de cristal
surgida do nada
o início do futuro
desta equação mal resolvida
só o tempo dirá

um fugaz instante
à espera do sono que não chega
no princípio da estrada
mas a que ninguém
escapa
até ao limite do vale
anuviado
resta
ao mumúrio do silêncio
inspirado por círios
a eucaristia musical
de uma missa de almas
em forma de sonata

João-Maria Nabais
In Espírito do Vento

foto by Henri Bonell

Um comentário:

Flor ♥ disse...

Lindo poema... um verdadeiro achado!

Bjs.