21/03/2010


Cosmic Dancer by Tom Conway

CIRCO CLANDESTINO

Às vezes eu virava
a primeira bailarina,
e dançar debaixo da lona
com sapatilhas de prata
era como acender cristais
numa noite muito escura,
e ia voando,tocando estrelas,
domando as nuvens,
rodando o mundo,
no meu circo clandestino.

Roseana Murray
In Recados de Corpo e Alma

Um comentário:

Silvana Nunes .'. disse...

Bom dia.
Estou dando uma navegada rápida para ver as novidades e comunicar o motivo da minha ausência esta semana. Eu moro no meio do mato, literalmente. A única conexão que consegui por aqui foi um 3G, onde devido a altura e, sobretudo a mata, o sinal é extremamente precário. Telefonia nem pensar. Só que esta semana o aparelho apresentou um problema e minha filha levou para o Rio e deixou em manutenção. Não sei quanto tempo vou ficar sem ele, mas de uma coisa eu sei: estou morrendo de saudades dessa troca que fazemos todos os dias. Espero que não me abandone.
Por causa disso, sou obrigada a apelar para a lanhouse, coisa que eu detesto e o faço bem rapidamente.
Pode estar certa, se eu não contar uma história a cada dia para você, é que estou em sérios problemas. Eu amo essa relação que só o blog nos permite ter. Aproveito para dar os parabéns pelo dia de ontem, afinal todos somos grandes contadores de histórias.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa semana para você.
Beijo grande e Saudações Florestais !
em http://www.silnunesprof.blogspot.com