04/05/2010

AS PALAVRAS




As palavras são mansas e serenas.
São ovelhas submissas, que, tangidas,
descem alvas a encosta das montanhas.

Um pensamento mau é um lobo rude,
que surgindo no meio do rebanho,
perturba todo o bando de palavras.

Tangei-as com enlêvo, com ternura,
desviando-as da fera, que, à socapa
quer dispersá-las para o precipício...

Se o vosso ofício for o de poetas,
pastores de Ideal, tangei com lírios
o rebanho infinito das palavras!

Antonieta Borges Alves
In Lírios de Pedra
foto by pepebarambio

Um comentário:

iracema forte caingang disse...

Oi querida Dione.
BEIJÃO