21/05/2011

MORRER























Há pássaros cansados,
estrelas sem lumes,
flores vazias,
crepúsculos sem cor.

Contemplações!
atores mudando de cenas
para o espetáculo
das reencarnações!

Morre-se
verdadeiramente,
quando, a cada dia,
no olhar

vivemos uma lágrima ,
num gesto calamos
e numa carícia
ausentamo-nos do amor!

Alvina Tzovenos
In Sonhos e Vivências
tela de Aja Trier

Nenhum comentário: