05/07/2010

AMOR E MEDO



Estou te amando e não percebo
porque, certo, tenho medo.
Estou te amando, sim concedo,
mas te amando tanto
que nem a mim mesmo
revelo este segredo.

A.Romano de Sant'Anna
In Epitáfio para o Sec.XX
Tela  The Kiss, 1894 by Henry John Stock

4 comentários:

Fernando Campanella disse...

Bonito também esse poema do Afonso. Engraçado, passa o tempo, mudam as coisas, moderniza-se tudo, mas as 'velhinhas' poéticas, as rimas, continuam a todo vapor, e eu adoro, parecem mesmo ter a fonte da juventude eterna, sempre dando um gingado especial ao poema. Bjos.

solreis disse...

Que Lindo seu blog amiga, tudo feito com muito carinho riqueza de detalhes imagens colosais e sensibilidade que só vc possui.Parabéns!!!
Bjs

Marcio Rufino disse...

Caríssima Dione,

Meus parabéns pela beleza e charme do blog, mas sobretudo pela grandiosa iniciativa em carpintar estas pérolas da poesia brasileira e nos presentear com esta belíssima antologia virtual. A Solreis me sugeriu o blog e não só não me arrependi de ter vindo, como ainda estou tendo o prazer de segui-lo. Gostaria de convida-la a visitar meu humilde blog http://emaranhadorufiniano.blogspot.com onde posto meus poemas. Eles podem não estar à altura desta excelente constelação presente em seu blog, mas acredito que goste (risos).

Bjs.

Atenciosamente.

Marcio Rufino.

Dione Cristina Coppi Eller disse...

Obrigada,pela visita queridos amigos!

Sol, se não fosse teu apoio o Gotas não existeria.

Fernando, qualquer hora vou passar pelo teu Palavrares e "roubar" mais algumas pérolas para postar aqui.Beijos

Marcio,fique à vontade e obrigada pela visita.