19/12/2010

EPIGRAMA 2



















És precária e veloz, Felicidade.
Custa a vir, e quando vens, não te demoras.
Foste tu que ensinaste aos homens que havia tempo,
e, para te medir, se inventaram as horas.

Felicidade, és coisa estranha e dolorosa.
Fizeste para sempre a vida ficar triste:
porque um dia se vê que as horas passam,
e um tempo, despovoado e profundo, persiste.

Cecília Meireles
In Viagem
foto de Cap001 no Flickr

3 comentários:

artista plástica Iracema forte caingang disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dione Cristina Coppi Eller disse...

Concordo com você,Iracema, Cecília foi e será sempre maravilhosa!!
Obrigada, o dobro para você e sua família...beijos

Iracema forte caingang artista plástica indigena brasileira disse...

Cecília Meireles é maravilhosa e fascinante
Desejo muita luz na sua vida e familia
Mil flores Mil cores.