01/05/2011

PROMESSA























Eu farei do meu corpo
o arrimo suave para a tua canseira.
Eu darei um pouco da minha tranquilidade,
para amenizar as asperezas da tua vida.
Eu te embalarei nos meus braços
e reclinarei tua fronte cansada
de encontro ao meu peito.
As minhas mãos serão feitas de carícias
e repousarão de leve sobre tua cabeça.
Eu serei para ti, aquela que custou a chegar,
mas que surgiu no momento preciso,
em que procuravas uma sombra amiga,
para repousar o corpo cansado.
Dar-te-ei tudo quanto te foi negado na vida,
se me deres em troca o teu amor,
e as lições que aprendestes do mundo.

Anilda Leão
In Chão de Pedras
tela de Alma-Tadema / Promise of Spring

Um comentário:

Andressa disse...

Lindo demais! "Dar-te-ei tudo quanto te foi negado na vida."